terça-feira, 25 de setembro de 2012

Luz da noite

A Lidiane eu posso a comparar com a noite. Silênciosa, calma, serena e com um brilho da lua e das estrelas que podemos olhar diretamente, e ver sem se queimar os olhos. É incansável admirar esse brilho que em muitas vezes traz serenidade a um coração acelerado, ou que acelera também um coração com paixão pela noite. Eu inspirei sua maquiagem no que se refere a noite e ao dia também. A luz que trás vida e que sentimos o seu calor, e que nos saúda é dourada, assim como o sol. Cor incansável e nobre sempre para o homem. A noite é negra, nesta está nosso sossego e aconchego, que tem o poder de transformar o silêncio em nossa paz. Assim te vejo Lidiane, uma força imensa no meio do silêncio onde nada precisa ser tocado, mas sim olhado e sentido para se transformar nessa paz que você passa.
Fotos: Pollyana Oliver

Nenhum comentário:

Postar um comentário