quinta-feira, 2 de abril de 2015

Maísa, o sol de cada manhã

Espero que quando você der um salto
Você não tema a queda
Espero que quando a água subir
Você construa um muro
Espero que quando a multidão gritar
Gritem o seu nome
Espero que se todo mundo correr
Você escolherá ficar

Espero que você se apaixone
E que doa muito
A única maneira de saber
É se doando por inteiro
E eu espero que você não sofra
Mas aceite a dor
Espero que quando o momento chegar
Você dirá
Eu fiz tudo

Eu fiz tudo
Eu aproveitei cada segundo que este mundo poderia me dar
Eu vi tantos lugares, as coisas que eu fiz
Sim, com todos os ossos quebrados
Eu juro que vivi

Espero que você gaste seus dias
E que eles adicionem
E quando o sol se pôr
Espero que você levante o seu copo
Oh
Eu queria poder testemunhar
Toda sua alegria
E toda a sua dor
Mas até que o meu momento chegue
Eu vou dizer
Eu vivi













Nenhum comentário:

Postar um comentário